Mindfulness: Para falta de esperança

Atualizado: 25 de abr.


A falta de esperança sempre se refere ao futuro, do que você tem consciência atualmente?

“Eu nunca vou ser feliz”, “Eu nunca vou ter o relacionamento que desejo”, “Eu sempre vou ser um fracasso”. Você está predizendo o futuro, portanto, por definição, não está vivendo no momento presente.


A pergunta para você é: “O momento presente não tem esperança?”. Então vejamos o que podemos fazer com este momento presente.


‘’Primeiramente, foque na sua respiração. Observe que ela flui como ondas de ar, para dentro e para fora. Recue e observe a sua respiração como se estivesse olhando de longe. Não tente controlá-la, não a julgue, não tente torná-la mais lenta ou mais profunda, melhor ou pior. Simplesmente a observe indo e vindo. Agora se detenha em sua respiração por alguns minutos. Quando outros pensamentos vierem à sua mente, apenas os deixe ir e gentilmente volte a atenção para a sua respiração. Agora pegue algo que cheire bem – uma laranja, uma pinha ou um perfume. Se for uma laranja, descasque-a e cheire. Observe a sutileza da sua fragrância. Talvez você nunca tenha reservado um momento como esse para simplesmente observar o seu aroma. Como o aroma estimula o seu prazer em comer a laranja? Se estiver segurando uma pinha, passe a ponta dos dedos sobre ela. Toque cada escama. Existe seiva nela? Se escolher um perfume, coloque um pouco no pulso ou no pescoço. Agora cheire suavemente. Fique por um momento assim e observe como a fragrância parece ir e vir. Agora deixe isso de lado por enquanto. Vamos experimentar outra coisa. Quero que você feche os olhos e imagine uma floresta ao luar. Há neve sobre o chão e ela está caindo suavemente, um floco de cada vez. Você observa cada floco em câmera lenta, acariciando a noite enquanto cai, sempre suavemente, até se juntar à neve que se acumula no chão. Enquanto a neve cai, você também sente o ar frio. Observa a forma de um floco em câmera lenta caindo até o chão. Imagine agora que você é a neve que cai. Está caindo como um floco, repetindo-se mais e mais. Você é um floco de neve caindo no ar da noite, é a neve que está caindo, uma pequena partícula de neve em cada momento, repetidamente. Está caindo durante a noite enquanto ao luar reluz, e à sua volta tudo está em silêncio, quieto e em paz. Você e a neve continuam caindo, incansavelmente. Fique assim por um momento. Silencioso, suave, natural, à luz em que a neve está caindo. Em paz. Se conseguiu fazer esses exercícios – observando a sua respiração, sentindo a fragrância e vendo a neve cair na sua imaginação –, você se afastou um pouco da falta de esperança, veio para o momento presente e viveu completamente nesse momento.


‘’Não existe falta de esperança no momento presente. Ele simplesmente existe. Ele não é o futuro, é agora, no presente, um momento no tempo. Nesse momento, você simplesmente é. Momento após momento, floco de neve após floco de neve, respiração após respiração. Repetindo e voltando. Fique aqui e depois deixe estar, e outro momento acontece. E você renasce repetidamente. Enquanto vive o momento presente – experimentando, ouvindo, sentindo, degustando, percebendo, você reconhece que pode encontrar nesse exato momento algo que o faz se sentir vivo. Estar vivo é estar consciente. É estar inteiramente consciente. Abandone seu julgamento, deixe de lado sua necessidade de controle e o futuro e fique aqui, no momento presente. Nele não existe falta de esperança – e não existe algo chamado esperança. Existe apenas a experiência do agora’’


Técnica do livro "Vença a depressão antes que ela vença você" do autor Robert L. Leahy

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo