Você sabe o que é Ruminação?


Quando ruminamos, ficamos repetindo um pensamento ou uma lembrança negativa. Falamos para nós mesmos:

• Não consigo tirar isso da minha mente.

• Não consigo entender por que isso aconteceu.

• Eu me pergunto por que isso aconteceu comigo.

• Me sinto tão mal – não consigo deixar de pensar no quanto isso é terrível.

• Isso é tão injusto.


Por que eu?

Pesquisas mostram que as pessoas que ruminam, têm probabilidade muito maior de ficar e se manter deprimidas. As mulheres têm maior probabilidade de ruminar do que os homens. Quando está ruminando, você está se concentrando em si mesmo, especialmente na sua tristeza, nos pensamentos negativos, nas dores e no passado.


Para superar a ruminação você precisa entender:

Como a ruminação faz sentido para você?

O que espera ganhar com ela?

Quais são as desvantagens de ruminar?

Você nota que isso o faz sentir-se ansioso ou pesaroso?

Perceba que você consegue tolerar a incerteza e aceitar a ambivalência – a sua e a de outras pessoas.

A ruminação é uma busca por entender o passado – mas por que o passado deve fazer sentido? Você ficaria melhor aceitando a realidade como ela é?

A ruminação vai resolver o seu problema? Existem outros problemas que você poderia estar resolvendo no mundo real em vez disso?

Se não consegue desativar a sua ruminação, você pode limitá-la. Reserve cinco minutos para o “tempo de ruminação”.


Anote seus pensamentos ruminadores e veja como eles se repetem de forma interminável.

Sua mente só pode estar em um lugar de cada vez. Desvie a sua atenção da ruminação para outra coisa. Pergunte-se: Quando rumino, o que estou perdendo na vida?

Pratique a consciência plena para distanciar-se da sua mente, observando os pensamentos enquanto eles vêm e vão. Quando um pensamento se intromete, não lute com ele, mas também não o siga. Aceite a sua presença e siga em frente com a sua vida.


Já que um dos motivos por trás da sua ruminação é porque não conseguimos aceitar a realidade como ela é. . . Ficamos mastigando alguma coisa repetidamente porque não podemos aceitá-la. Mas o que significaria “aceitá-la”? Os ruminadores parecem pressupor que precisam encontrar um sentido para as coisas que lhes aconteceram. Acham que isso lhes dará um encerramento e aceitação. Mas existe outra maneira de obter um encerramento. Você pode dizer a si mesmo: O que aconteceu não faz sentido – e foi infeliz –, mas preciso seguir em frente com a minha vida e deixar isso no passado.


Uma forma de libertar-se da ruminação é redefinir o problema que você está tentando resolver. Em vez de colocá-lo no passado, podemos focar no problema que está à nossa frente hoje. As suas ruminações são os mesmos conjuntos de pensamentos repetidamente. Essa é uma compreensão essencial para você, liste essas ruminações. Faça uma retrospectiva e questione se existe algo que você não entendeu.


Alguns ruminadores não confiam em sua memória, acreditam que existe algo que deixaram passar. No entanto, mesmo que não consiga calar a sua mente ruminante, pode fazer algo a respeito. Uma estratégia útil é estabelecer um limite de tempo – digamos, cinco minutos. Você pode dizer a si mesmo: Vou me permitir cinco minutos para passar por essa ruminação (inútil) – e depois vou desviar dela. Também pode ser revelador anotar a sua ruminação. Você vai descobrir que ela é o mesmo conjunto de pensamentos repetidamente. Essa é uma compreensão essencial para você – que não está realmente fazendo nada novo.


Aceite o pensamento intrusivo quando rumina, o que acontece é que um pensamento negativo sobre o passado ou o presente invade a sua mente e você acha que precisa prestar atenção a ele. Uma característica de sua depressão pode ser a tendência a focar em um pensamento ou em uma experiência negativos e insistir neles repetidamente.


Você pode estabelecer um limite de tempo para que o seu dia inteiro não seja permeado com ruminação. Pode considerar alguma atitude produtiva que possa tomar para resolver o problema ou, se o problema não puder ser resolvido, pense em uma atitude produtiva que possa tomar em relação a outros problemas que pode resolver. Você pode usar um exercício de respiração consciente para desviar sua atenção da ruminação intrusiva para a simples consciência da sua respiração no momento presente e pode até mesmo expandir a sua consciência para incluir o pensamento intrusivo sem ter de lutar contra ele ou obedecer às suas demandas.


Fazer progresso em relação à ruminação é a chave para a mudança de processos derrotistas que estimulam a sua depressão e a ansiedade, pegue a ruminação de surpresa e direcione-se para o que está acontecendo agora, para a ação, para a aceitação e para deixar para trás.

Referência baseada nos livros "Vença a depressão antes que ela vença você" do autor Robert L. Leahy e Depressão: Causas e tratamento de Aaron T. Beck, Brad A. Alford.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo